Céu

Foto por Greg Jeanneau . Disponívell no Unsplash

Céu azul tem um quê de paraíso
Tom pastel é uma delícia
Céu feliz vira mar
Céu triste despenca
sobre vossas cabeças
Céu, tecido estampado
Passarinho corta no sobrevoo
À noite, estampa de bolinhas
Estrela o cose, constela
Lua nova até sorri
Vendo o velho céu
Conversa a noite toda
Até o sol abrir a boca
em incêndio celestial
Olha a hora! Aurora
Dá bom dia a horda passarinhal.

Gostou do poema? Deixe seu aplauso, comentário ou compartilhe. Obrigado pela leitura.

--

--

--

Poeta e escritor. Integrante do portal Fazia Poesia. Instagram: @purapoesiaa. Gostou do conteúdo? Se inscreva no link: https://adriel-alves.medium.com/subscribe

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Adriel Alves

Adriel Alves

Poeta e escritor. Integrante do portal Fazia Poesia. Instagram: @purapoesiaa. Gostou do conteúdo? Se inscreva no link: https://adriel-alves.medium.com/subscribe

More from Medium

[POEM] “Sea-salt Archipelago of Wonders In-sight”

The Song of the Sea

Unsustained